domingo, 1 de abril de 2012

Acidente no prolongamento da Prudente de Morais mata motociclista


Gilvan Alves tentou desviar de ônibus que fazia retorno, mas caiu e quebrou o pescoço.


Thyago Macedo/portal bo
No início da manhã de ontem, sábado (31), um acidente no prolongamento da avenida Prudente de Morais, tirou a vida do mestre de obras Gilvan Alves Galdino, de 33 anos. Ele pilotava uma moto Honda Twister, de placa KKU-3573, no sentido Cidade Satélite-Candelária. Nas imediações do Parque da Cidade, o motociclista deu de frente com um ônibus que fazia um retorno e caiu ao tentar desviar.
Gilvan derrapou na pista e foi parar embaixo do ônibus. Ele não chegou a atingir o veículo, mas com a queda da moto acabou quebrando o pescoço e morreu na hora. O acidente aconteceu por volta das 7h30. O motorista do ônibus, identificado como João Maria do Nascimento, passou mal e teve que ser socorrido por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência e levado até o Posto de Saúde da Cidade Satélite.

O soldado Adriano Oliveira, da Companhia de Polícia Rodoviária Estadual (CPRE), informou que não é possível precisar o que teria causado o acidente, mas a possibilidade mais provável é que o motociclista tenha perdido o controle do veículo ao visualizar o ônibus atravessado na pista para fazer o retorno.
Moradores e pessoas que passam por aquele trecho diariamente reclamaram que o acidente foi motivada pelo fechamento de parte da rotatória existente no final do prolongamento da avenida Prudente de Morais. A medida partiu da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana e tem obrigado aos veículos que vêm pela avenida Xavantes em direção ao Planalto a subirem pelo prolongamento para fazerem retorno em um dos pontos da via, como estava fazendo o ônibus da linha 33.
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário