segunda-feira, 14 de maio de 2012

NOTÍCIAS DA CAPITAL

Mulher surta, mata e come cachorro na Zona Oeste

Uma mulher matou, esquartejou e comeu alguns membros do próprio cachorro por volta das 9h30 desta segunda-feira, 14, no conjunto Leningrado, no bairro Planalto, Zona Oeste de Natal. De acordo com as informações do tenente Iranildo, oficial em serviço, a mulher tem problemas mentais e teria surtado antes do crime.  em instantes mais detalhes...

 

Dois irmãos são assassinados na porta de casa no Vale Dourado

Alvo dos atiradores seria o sobrinho das vítimas que tem envolvimento com drogas.

Por Sérgio Costa
Foto: Daniel Morais / Portal BO
Um duplo homicídio foi registrado na noite deste domingo (14), no loteamento Vale Dourado, bairro Nossa Senhora da Apresentação, zona Norte de Natal. Dois irmãos identificados por Jeová Ferreira de Medeiros, de 47 anos, e Gilmar Ferreira de Medeiros, de 45 anos, estavam na frente da residência onde moravam, na rua Maria José Lira, quando foram surpreendidos por homens que chegaram em um veículo de cor e placas não identificados.
Um dos ocupantes do carro desceu e armado com uma pistola ponto 40 atirou várias vezes em direção as vítimas. Os tiros atingiram Jeová e Gilmar de forma que os dois chegaram a óbito antes da chegada de uma equipe de socorro.
De acordo com o tenente Wlisses, oficial do 4º Batalhão, o crime aconteceu por volta das 20h e dezenas de pessoas presenciaram o fato. No entanto, a lei do silêncio impera no local. “Aqui não temos como colher informações ou detalhes sobre o que ocorreu. As pessoas com medo preferem s manter em silêncio”, disse.
Ainda segundo o tenente, as duas vítimas não tinham nenhum envolvimento com o crime, mas o sobrinho deles, que não teve o nome revelado, seria o alvo dos assassinos. O rapaz é ex-presidiário e tinha saído da cadeia na semana passada. A polícia ainda realizou diligências, mas não localizou os suspeitos. Em 24 horas a polícia registrou cinco homicídios na capital do estado.

 

 

Polícia registra matança em Felipe Camarão

Em 72 horas, foram contabilizadas quatro mortes, todas na favela do Fio.


Fotos: Sérgio Costa/portal bo
As últimas 72 horas foram marcadas por muita violência no bairro de Felipe Camarão, zona Oeste de Natal. Nesse intervalo de tempo quatro pessoas foram executadas em uma comunidade conhecida por favela do Fio. Todas, segundo a polícia, envolvidas com o tráfico de drogas. O último caso aconteceu na noite deste domingo (13).
O primeiro assassinato ocorreu na tarde da quinta-feira, onde um presidiário que cumpria pena no regime semi-aberto foi perseguido e morto por homens que ocupavam um veículo de cor preta. O fato de deu na rua Coração de Jesus, em plena luz do dia.
Na madrugada deste domingo, o alvo dos executores foram dois jovens também moradores da comunidade. Waguinho e Barrão, como eram mais conhecidos, foram mortos na entrada da favela por homens não identificados e que estavam em um carro preto. Os dois tinham envolvimento com drogas, segundo a polícia.
A sequência de mortes não parou por aí. Na noite de ontem, o quarto assassinato foi registrado no bairro e m ais uma vez na favela do Fio. A vítima foi um homem de 41 anos. Francisco das Chagas Miranda estava caminhando na travessa Santa Maria Gorete, quando foi surpreendido por homens encapuzados e fortemente armados. A vítima tentou correr, mas tombou morta no meio da viela.
Francisco foi alvejado várias vezes por tiros de pistola. A reportagem do Portal BO conversou na noite deste domingo com o sargento Gilsemar, responsável pelo patrulhamento em toda zona Oeste na noite de ontem. O policial disse que o clima é de muito medo por parte da população, no entanto, as vítimas dos homicídios relatados são pessoas envolvidas com crimes e geralmente com drogas.
“As mortes que aconteceram nesses últimos dias por qui, são todas relacionadas com o tráfico. Eles se matam uns aos outros como prova de que no mundo das drogas quem não paga acaba pagando com a vida”, declarou. Em todos os assassinatos ninguém prestou queixa sobre as autorias. Por causa do medo a população prefere se manter em silêncio.

POLICIAL E BANDIDO SÃO BALEADOS EM TENTATIVA DE ASSALTO

Quatro assaltantes abordaram dois policiais que estavam de folga e andando pela rua Alvorada, no Igapó. Os PMs reagiram e iniciou-se um tiroteio.

Por Sérgio Costa
Foto: Daniel Morais / Portal BO
Moto Twister usada pelos bandidos tinha sido roubada na manhã de hoje.
Um policial militar, identificado apenas por De Melo e lotado na Secretaria Estadual de Segurança Pública, foi baleado na tarde deste domingo (13) ao reagir a um assalto, no bairro do Igapó, na zona Norte de Natal. Um amigo da vítima que também é policial estava com ele no momento do crime, mas não ficou ferido.
De acordo com o tenente Peixoto, oficial de serviço da Rondas Ostensivas com Apoio de Motocicletas (Rocam), pelo menos quatro criminosos realizaram um assalto em uma farmácia no conjunto Nova Natal, no bairro Lagoa Azul, e logo depois a quadrilha foi até a rua Alvorada, no Igapó.
Dois deles estavam uma bicicleta e outros dois em uma moto tipo Twister. Ao avistarem os dois policiais militares, que estavam de folga e não vestiam fardas, os bandidos resolveram realizar mais um assalto, indo até as vítimas.
Diante da ameaça, o policial De Melo sacou a arma e tentou atirar contra os assaltantes. No entanto, ele acabou sendo alvejado na perna primeiro por um tiro disparado da arma de um dos bandidos. A partir daí, houve uma intensa troca de tiros e pânico na rua.
Ainda segundo Peixoto, três assaltantes fugiram e um quarto também foi baleado na perna, sendo socorrido até o pronto socorro Clovis Sarinho. “Nossa equipe chegou rapidamente no local do fato e ainda trocou tiros com os bandidos. Estamos realizando diligências em toda a área Norte da cidade na tentativa de prender os suspeitos”, informou. O policial ferido não corre risco de morte e, inclusive, ele já foi medicado e liberado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário