quinta-feira, 14 de junho de 2012

Idosa vai à velório e é estuprada por um dos filhos do falecido




Idosa vai a enterro e acusa filho do falecido de estuprá-la no caminho
No último domingo (3) Maria Feliciano de Oliveira, 69 anos, que reside na casa de uma amiga na Agrovila da Tainha, em Araçagi, foi até a cidade de Mulungú para participar do enterro de um conhecido seu, sendo que algo inesperado aconteceu quando ela solicitou de um dos filhos do falecido uma carona para voltar a Araçagi.
Segundo esclarecimentos prestados a Polícia e declarações dadas ao reporter Feliciano Silva, no trajeto de volta após o cortejo fúnebre, Maria Feliciano teria solicitado a Genival Vieira da Costa, 44 anos, uma carona em sua motocicleta. Ainda conforme a idosa, em um determinado trecho do caminho, Genival parou a motocicleta e a obrigou a se despir concretizando o abuso sexual.
Alguns dias se passaram e a idosa não comunicou o fato a Polícia porque, segundo ela, Genival a ameaçara de morte, fato que a obrigou mudar de endereço, todavia ao confidenciar o acontecimento a uma amiga, o assunto foi levado ao conhecimento dos policiais do destacamento de Araçagi, que iniciaram um minuscioso trabalho investigativo até chegar ao acusado.
Participaram da ação o Sargento Paulo, os Cabos Martins e Valdecir, o segundo PM mesmo de folga participou da ocorrência.
Acusado e vítima foram conduzidos a Delegacia de Araçagi, onde foram ouvidos e tomadas as providências necessárias.
O Agente da Polícia Civil, Tarcísio Noberto, informou que como não houve flagrante Genival deverá responder em liberdade. A vítima deverá passar por exames para comprovar ou não o estupro.
Ao ser questionado, pela equipe de reportagem, se teria abusado da idosa, Genival respondeu de forma áspera mandando perguntar a vítima se aconteceu ou não o crime. Com o acusado a Polícia ainda encontrou uma faca peixeira e uma pequena quantidade de uma substância similar a maconha.


Nordeste1

Um comentário: