sábado, 2 de junho de 2012

MPRN e Polícia Civil divulga resultado final da operação “Mal-Assombro”


Na manhã de ontem, 31, em operação da Polícia Civil com apoio do MPRN, foram cumpridos 21 mandados de busca e apreensão e 02 mandados de prisão nas cidades de Assu/RN, Itajá/RN e Guamaré/RN. O objetivo da ação conjunta foi apreender armas de fogo relacionadas a crimes na região.
Foram apreendidas 21 armas de fogo, munições de diversos calibres, inclusive de uso proibido, além de documentos na residência do presidente da Câmara Municipal de Assu/RN, vereador Odelmo Rodrigues de Moura.
Os mandados de busca e apreensão foram cumpridos na zona rural e urbana, bem como no gabinete da presidência da Câmara de Vereadores de Assu/RN. Saulo de Tasso Rocha Lopes, além de preso em flagrante delito, teve também contra si decretada prisão temporária pelo prazo de 30 dias. Foi igualmente preso o foragido da justiça já condenado Josian Pimentel da Silva, que se encontrava em uma das propriedades alvo das buscas.
Foram presos em flagrante, por posse ou porte ilegal de arma de fogo e/ou munições: Odelmo de Moura Rodrigues, Francisco Cesar da Silva, José Josemar da Silva, Magno Valério Silva Florentino, Teófilo Fonseca Neto, Lindomar Adelino da Fonseca, Seginaldo Batista da Silva, Evandro Fonseca de Oliveira e Luiz de França da Fonseca Filho.

Após as diligências, o MP e a Polícia Civil analisarão as evidências coletadas para a tomada das medidas judiciais cabíveis.
A operação foi coordenada pelo Delegado Odilon Teodósio dos Santos Filho, titular da Divisão de Polícia Civil do Oeste – DIVPOE – e contou com a participação de 140 policiais civis, entre Delegados, Agentes e Escrivães, bem como 05 promotores de justiça, incluindo integrantes do GAECO – MPRN, evidenciando a eficiência do trabalho integrado e demonstrando a importância do poder investigarivo do Ministerio Público. 
Fonte: Rosivan Amaral

Nenhum comentário:

Postar um comentário