quarta-feira, 4 de julho de 2012

DOIS MENORES FORAM DETIDOS ACUSADOS DE MATAREM A ASSUENSE EM MOSSORÓ


Policiais militares do 12º BPM, realizavam uma ronda no final da manhã de hoje quarta-feira, 04/07, na Favela do Tranquilim, em busca de um elemento com apelido “Ferrugem”, que segundo os policiais estaria com uma moto roubada em um dos barracos da favela.
Quando se depararam com um menor correndo ao avistar a viatura, e foram abordá-lo. Com o menor os policiais encontraram uma arma cal. 12 caseira, o mesmo informou que estaria na companhia de outro menor no barraco ao lado. Os policiais ao revistarem o barraco, em um guarda-roupa encontraram um rifle .44 arma de difícil aquisição e de forte poder de fogo, além de dois facões, a arma .44 foi à arma utilizada em um crime na madrugada desta terça feira (03/07) contra a assuensse por nome de Lázara Roberta de Oliveira Ferreira, 26 anos, a mesma foi executada enquanto dormia em uma rede na sua residência em companhia do pai. 
Os dois menores um de 17 e outro de 16 anos, foram conduzidos com apoio da ROCAM-13 e RP 1204  a DEA no bairro Nova Vida(Malvinas), e apresentados ao delegado Dr. Odilon Teodósio, que de imediato comunicou o fato ao Dr. Denys Carvalho, que responde interinamente pela DEAM(Delegacia Especializada em Atendimento a Mulher) para que ele possa concluir o inquérito sobre a morte de Lázara,  e junto ao Ministério Público conseguir a internação dos menores, que assumiram o crime e informaram que o motivo seria por conta de cabuetagem.
Dr. Denys conduziu os menores até a residência deles, para colher provas mais contundente, como roupas utilizadas na noite do crime, haja vista que segundo testemunhas eles erraram a casa no dia da execução, e as pessoas descreveram as vestes que eles usavam na noite do crime.
 O Ten. Cel Alvibar, comandante do 12º BPM, acompanhou também a prisão em flagrante na DEA, e destacou a importância do patrulhamento ostensivo feito pelos policiais lotados naquele batalhão, e informou que a maioria dos crimes que estão sendo praticados em Mossoró são os menores os responsáveis.
Dr. Odilon destacou que a falta de punição, faz com que menores assumam os crimes. Ele destacou que segundo balanço feito junto a DEFUR(Delegacia Especializada em Furtos e Roubos) junto ao titular daquela especializada Dr. Luiz Fernando 70% dos assaltos em Mossoró, são de responsabilidade direta ou indireta dos menores. Que quando são pegos utilizam uma velha frase popular “Vocês(policiais) estão enxugando gelo”, se referindo à falta de punição. Ele informou que tem menores que em um ano responde a pelo menos dez infrações naquela unidade prisional, ou seja eles são pegos, soltos e  voltam a praticar os mesmos delitos.
Passando na hora via focoelho

Nenhum comentário:

Postar um comentário