quarta-feira, 1 de agosto de 2012

ASSALTO A COMERCIANTE CAICOENSE- VEJA VÍDEO DA AÇÃO DOS BANDIDOS




Fonte: Jair Sampaio via PM Currais Novos
TIROTEIO: O sistema interno de micro-câmeras do supermercado grava o exato momento em que os bandidos entram na residência do comerciante, e na entrada são recebidos à bala pela vítima, esta também percebendo pelo menos seis disparos em direção ao chão, sendo que devido a ação rápida executada pelos acusados, a vítima perdeu o tato da mão e deixou a arma cair, momento em que foi rendido pelos autores do assalto, e logo fora conduzido ao ambiente interno do comércio e em seguida levado a todos os cômodos da casa, até que se chegasse ao cofre do comerciante.
MAIS DINHEIRO: O comerciante possuía cerca de 12 mil nos bolsos da bermuda, e num momento de "quase descuido" dos meliantes, o comerciante tentara livrar-se da quantia, e jogou debaixo de uma mesa, sendo que a ação foi vista por um dos acusados, que rapidamente voltou e começou a espancar a vítima, e a partir daí foi só humilhação, narrou Edivan Lino dos Santos, 45 anos, conhecido como "Galego do Bar".
TROCA DE TIROS: É visível que na ação os acusados não quiseram executar o comerciante, mesmo diante da possibilidade, possa ser que o pensamento deles fosse exatamente a abertura do cofre, haja vista com a morte da vítima, não haveria a hipótese da abertura do cofre, e ainda percebe-se que os autores do delito não sabiam conduzir o veículo, dando o entendimento que eles iam precisar mais uma vez que a vítima ficasse com vida pra socorrê-los.
CONFRONTO COM A PM: O comerciante disse ter coordenado o tempo para que a Polícia pudesse chegar a tempo, e por isso as ameaças eram iminentes e humilhantes, pois os bandidos sabiam que cada minuto perdido poderia levá-los ao encontro da Polícia, o que aconteceu a apenas 300 metros da casa da vítima, levando a um confronto entre bandidos e Polícia, e na troca de tiros, a viatura da PM sofreu 6 disparos de armas-de-fogo, dos quais, alguns foram efetuados por cal. 38 e outros por PT cal. 380.
SAÚDE DA VÍTIMA: Em contato com a nossa reportagem, o comerciante disse estar bem, que foi cirurgiado e já está casa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário