sábado, 4 de agosto de 2012

POLÍCIA CIVIL EM CONJUNTO COM A POLÍCIA MILITAR, REALIZAM MAIOR APREENSÃO DE PASTA BASE DE COCAINA DA HISTÓRIA EM PERBAMBUCO



Uma investigação para coibir o tráfico de drogas no litoral sul do estado resultou na apreensão do maior carregamento de pasta-base de cocaína já realizado em toda história da Polícia Civil de Pernambuco. Os investigadores do Departamento de Repressão ao Narcotráfico (Denarc)  efetuaram a apreensão de 82 kg da droga na noite desta quinta-feira (02), numa residência na praia de Barra de Sirinhaém, na Mata Sul do estado. 

Na abordagem dos agentes, que contou com apoio de Policiais Militares, dois traficantes acabaram presos. O pernambucano Lenílson Soares da Silva, de 36 anos, o "Piolho" e o paulista Marcelo Vieira, de 31, estavam num veículo Focus Prata, com placa de São Paulo, nas imediações da casa onde a droga estava escondida. Quando detidos, os suspeitos informaram onde o material estava escondido

De acordo com o delegado João Leonardo, responsável pelas investigações, o entorpecente estava localizado num fundo falso de um guarda-roupa. "Os investigadores perceberam que na mala do carro havia um odor muito forte de cocaína. A dupla não teve como negar que haviam transportado droga. Para nossa surpresa, era um carregamento com 82 quilos de pasta", informou. 

Ainda segundo João Leonardo, o paulista Marcelo Vieira é apontado como o fornecedor do entorpecente. Ele teria trazido a droga pela BR-101 do estado de São Paulo para ser distribuída na Região Metropolitana do Recife. Na casa também foram encontradas duas armas de fogo (uma pistola cal. 45 e um revólver cal. 38). 

Os dois suspeitos que não possuem antecedentes criminais vão responder pelo crime de tráfico de entorpecentes e associação para o tráfico. Lenílson vai responder ainda pelo crime de porte ilegal de arma de fogo de uso restrito. Eles seguem ainda hoje para o Centro de Triagem, em Abreu e Lima, no Grande Recife.

Com informações do repórter Marcos Araújo, correspondente Pernambucano.

Nenhum comentário:

Postar um comentário