sábado, 18 de agosto de 2012

Sargento da PM morre após sofrer atentado em escola do Alecrim


Jorge Pontes é lotado na Guarda Patrimonial e foi baleado no abdômen.

Por Sérgio Costa
Foto: Reprodução / Sérgio Costa
 Um sargento da reserva da Polícia Militar sofreu um atentado, na noite desta sexta-feira (17), dentro de uma escola no bairro do Alecrim. Jorge Pontes Damasceno, de 54 anos, trabalha na Guarda Patrimonial e foi surpreendido por criminosos armados que atiraram contra ele. O sargento foi alvejado no abdómen e acabou morrendo durante a madrugada deste sábado (18).
A ação aconteceu no momento em que o policial exercia mais um dia de trabalho, fazendo a segurança na Escola Estadual Calazans Pinheiro. De acordo com informações repassadas pela polícia, os bandidos chegaram em um veículo Pálio, de placas não identificadas. Três homens estavam como passageiros e um mulher dirigia o carro.
Um dos homens desceu e atirou contra o sargento, que não teve tempo de reação. Logo em seguida, os criminosos fugiram no veículo. Jorge Pontes foi socorrido e levado ao Hospital Walfredo Gurgel, onde recebeu atendimento médico. Pouco depois da meia-noite, o médico Glauco Macedo confirmou ao Portal BO que o policial da reserva não resistiu e morreu.

Depois da ocorrência, várias viaturas foram deslocadas para o local, na tentativa de encontrar os acusados. A polícia ainda não informou o que teria motivado a tentativa de homicídio, no entanto, especula-se que o sargento da reserva tenha sofrido atentado em virtude de ter combatido a ação de traficantes dentro da escola onde está trabalhando.

Nenhum comentário:

Postar um comentário