quarta-feira, 22 de agosto de 2012

Servidores do ITEP fazem paralisação nesta quarta-feira


Foto: Daniel Morais / Portal BO
Os servidores do ITEP fazem greve de advertência de 24 horas a partir das 7h desta quarta-feira (22). A paralisação foi reafirmada na noite dessa segunda-feira (20) pela categoria, inclusive com uma comitiva da cidade de Mossoró, durante Asssembleia Geral que ocorreu no Sinpol/RN.

Apesar de entender que houve avanço com o Governo no momento em que o consultor-geral do Estado, José Marcelo, garantiu na última reunião com o Sindicato no dia 14 que o Estado fará o Estatuto do ITEP para todos os servidores daquele órgão: lotados, relotados e redistribuídos, eles temem a demora (já aguardam por isso há três anos), visto que apesar da grande insistência por parte do SINPOL, para que ele estabelecesse uma data para apresentar definitivamente a posição do governo, este se negou, dizendo apenas que “o prazo é o quanto antes”.

Saiba mais
Foi protocolado na última segunda (20) ofícios à Governadora Rosalba Ciarlini, ao Chefe da Casa Civil, Anselmo de Carvalho, e ainda ao diretor do ITEP/RN, Nazareno de Deus, comunicando sobre a greve de advertência. Nos documentos, o Sinpol solicita a apresentação do Parecer final por parte da CGE e reunião com o Governo, para rodada de negociação, antes do envio do Projeto de Lei à Assembleia Legislativa para aprovação.

Greve
A greve, mesmo sendo pelo período de 24 horas, obedecerá a todos os trâmites e exigências legais, funcionando em 30% para os atendimentos inadiáveis, ligados aos flagrantes delito. Estará funcionando a Central do ITEP no CIOSP, os setores de necrotério e perícias externas em locais de crimes (flagrantes).

Alerta
A categoria aprovou na assembleia de ontem que, caso não haja por parte do Poder Executivo nenhum agendamento e estabelecimento de data para a apresentação do parecer final com a minuta da Lei, votará ao fim da tarde do dia 22 uma nova data para se iniciar uma greve por tempo indeterminado. A diretoria do Sinpol observa que se coloca a disposição do Governo, afim de evitar paralisações, na busca da negociação.

*Fonte: Sinpol/RN

Nenhum comentário:

Postar um comentário