sábado, 8 de setembro de 2012

Suspeito de participar da morte de policiais civis foi preso



Por Sd Batista
fonte: G1 RN

A polícia do Rio Grande do Norte prendeu na noite desta sexta-feira (7) um homem suspeito de participação no assassinato de dois agentes da Polícia Civil na cidade de São José de Mipibu, na Grande Natal. Pedro Lucas da Silva Álvares foi capturado no bairro do Alecrim, na capital potiguar. À polícia, ele confessou que estava no local da morte dos policiais, mas negou que tenha efetuado disparos.
saiba mais
Os policiais Antônio Pereira Neto e Jovanês de Oliveira Borges foram mortos com tiros de fuzil na noite de segunda-feira (3), quando tentavam localizar e prender uma quadrilha suspeita de assalto às agências dos Correios nas cidades de Bom Jesus e Lagoa de Pedras, próximas a São José de Mipibu.
"O Pedro Lucas confessou que tem participação na quadrilha e que estava no local onde os dois agentes foram mortos com tiros de fuzil. Mas ele nega que tenha dado qualquer disparo contra os policiais e sustenta que portava um revólver no momento do crime. Tudo isso ainda será melhor apurado", disse o delegado Odilon Teodósio dos Santos Filho, que prendeu Pedro Lucas nesta sexta.
Pedro Lucas é goiano e responde a processos por assalto no Rio Grande do Norte. Ele fugiu duas vezes da maior penitenciária do estado somente neste ano. Na primeira fuga, em 28 de maio, ele foi recapturado momentos após conseguir escapar. A segunda foi no dia 3 de agosto, sendo recapturado na noite desta sexta.
O delegado Odilon Teodósio disse trabalhar com a possibilidade de quatro homens terem participado da emboscada aos policiais civis em São José de Mipibu. Um outro suspeito morreu no dia seguinte ao crime. Tratava-se de Marcos Aurélio Amador Alves, também foragido de Alcaçuz, que cumpria pena de 174 anos de prisão por assaltos e homicídios. Ele morreu em confronto com policiais que tentavam recapturá-lo.
"Um morreu e um outro já foi recapturado. Temos a identificação dos outros dois e estamos trabalhando de forma ininterrupta para localizá-los e prendê-los", falou Odilon Teodósio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário