domingo, 18 de novembro de 2012

Pai usa faca para fazer filha refém na cidade de Sousa; veja fotos e vídeo da ação policial


Noite quente e movimentada na Cidade de Sousa, agitou a área policial, nesta sábado (17), por volta das 23h, quando o elemento, identificado por Eleomar da Silva, 23 anos, vulgo, "Limar", agrediu sua Esposa, uma Vizinha, Jussara Andrade de Figueiredo, 19 anos, depois, fez a Filha Menor refém no interior de sua casa.

Guarnições da Polícia Militar Comandas pelo Tenente, Bernardo chegaram ao local e começaram a negociação para a rendição do elemento que a todo instante continuava a discutir no interior de sua Residência com a Esposa, outra Mulher, e a própria Filha como refém.

Policiais se prepararam para invadir a casa, haja vista os nervos do acusado ficarem a cada instante agitados, causando apreensão nos Homens da Lei que temiam uma tragédia naquele momento.


Mediante descuido do Eleomar da Silva, a Menor foi tirada pela janela por uma Mulher que se encontrava no interior da Casa, e entregue ao Policial.


Depois, não restou alternativa. Dois PM’s conseguiram pular a janela. Mediante luta corporal, renderam o Individuo que reagiu, mesmo assim foi dominado, e algemado.


De acordo com informações, durante o dia, o acusado passou bebendo. Houve chamada para o 190 comunicando de agressões físicas sofridas pela Esposa.


Somente à noite, Eleomar resolveu bater na Mulher, agredir a vizinha, e fazer a Filha Menor como refém para não ser preso.


Durante as negociações, Eleomar pediu a Polícia Militar para chamar Pereira Jr, editor da FOLHADOSERTAO para filmar a ocorrência.


A Operação da Polícia Militar do 14º Batalhão foi um sucesso.O acusado foi encaminhado para DP.

Na Delegacia, “Limar”, quando esperava para concluir a ficha policial, terminou sendo agredido com um soco na Boca pelo Individuo identificado por, Francisco Gomes de Oliveira, 32 anos, vulgo, “Planeta”, que estava revoltado com a situação. 

Imediatamente, “Planeta” foi preso pela Guarnição do Cabo/PM Sales, que também lavrou o Boletim de Ocorrência.

E sertao

Nenhum comentário:

Postar um comentário