domingo, 27 de janeiro de 2013

13° e 14º Homicídio em Mossoró 2013


Homem reage a abordagem policial e acaba morto no conjunto Malvinas


arma e droga estavam em poder de Rafael Preto
Por Sd Batista
O Camera 2

A central de Operações da Polícia Militar registrou no final da tarde deste sabado 26 de janeiro de 2013 mais um homicídio em Mossoró.
Policiais da ROCAM Composta pelo Cb Renixon,SDs: Nogueira, Alan  Bruno,Aciole e Fernandes mais a viatura 1216 com os Sds Paulo e Francielso foram atender um denuncia de populares que em uma residência numa rua projetada do Bairro Malvinas havia varios elementos usando drogas em uma bebedeira.
entre os indivíduos estava um elemento identificado como Rafael Faustino Soares,19 anos, vulgo Rafael preto foragido do CEDUC acusado de varios crimes na cidade de Mossoró.
Ao chegar no local a polícia foi recebida a bala e no revide Rafael Preto foi alvejado com disparos de arma de fogo.
Ele foi socorrido pelos policiais para o HRTM,mas não resistiu e morreu ao dar entrada naquela unidade hospitalar.
Com Rafael foi apreendido um revolver calibre 38 com varias muniçoes deflagradas e 13 pedras de crack.
Segundo informações,Rafael Preto, tinha passagens pela polícia por assaltos, e era acusado de ter praticado várias tentativas de homicídios em Mossoró.


Homem é morto a tiros dentro de Ambulância do SAMU


 Por Sd Batista
Fonte: O Camera 2

O crime foi registrado pelo CIOSP no inicio da manhã deste domingo, 27 de Janeiro de 2013, na Avenida Francisco Moto próximo a UFERSA,no Alto  São Manoel em Mossoró.
A vítima identificada como Giovaní de Brito Nunes, conhecido como Jubinha, 39 anos, residente na rua Dr. Pedro Ciarlini, bairro Alto de São Manoel, foi assassinado com cerca de cinco disparos de arma de fogo quando estava sendo atendido por uma ambulância do Samu na rua Filgueira Filho, bairro Alto de São Manoel.
De acordo com informações, dois elementos estavam em um bar e discutiram. A vítima saiu e foi seguido por dois elementos.
Na rua Filgueira Filho, os elementos se depararam com o acidente, abriram a porta da ambulância e perguntaram quem estava sendo socorrido.
A equipe da Samu ainda não tinha informações do nome da vitima. Ouvindo a negativa, um dos elementos entrou na ambulância e efetuou tres disparos de arma de fogo, contra Giovaní
Ainda segundo informações, Giovane estaria com as roupas idênticas as doindividuo procurado pelos acusados.
 A policia acredita que Giovaní tenha sido morto por engano. A equipe do Instituto Técnico e Cientifico de Policia removeu o corpo para a sede do órgão na cidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário