segunda-feira, 11 de fevereiro de 2013

Mãe e filhas matam esposo a pauladas e a golpes de facão no PI


De acordo o depoimento prestado pelas acusadas presas em flagrante delito pelo 1º Ten Milton, Sds: Júnior, Roberto, Henrique, Pereira e J. Macedo, dos GPMs de Curral Novo-PI e Simões-PI, consta o seguinte:
...Que não são filhas legítimas da vítima José Edoniço de Araújo - vulgo "DÓ", sendo apenas enteadas(criadas); Que a vítima ao chegar em sua residência na localidade “Buracão”, data Umbuzeiro, por volta das 17h:30mn, deste sábado 09/02/2013, passou direto para o quintal onde havia uma pedra de amolar facas e, passou a amolar um facão/folha larga, cabo de madeira, enquanto anunciava que o tal facão seria para retalhar uma carne, e acrescentava ainda que hoje ele conseguiria o que ele sempre quis desde os 15 anos, que segundo o entendimento das denunciadas seria possui-las sexualmente.
ATENÇÃO IMAGENS FORTES ABAIXO:

Que informaram que sua mãe LIBANIA DELMIRA DE CARVALHO GONÇALVES, passou a aconselhar a vítima, pedindo para “Dó” se acalmar; Que em contra partida, a vítima replicava dizendo que matava até os filhos menores que estavam ali ou até mesmo seu próprio pai se aparecesse; Que os ânimos começaram a se alterar entre a vítima e a mãe das acusadas, ou melhor entre todos;

Que em seguida, a vítima José (DÓ) de posse do citado facão tentou golpear a mãe das culpadas e, esta conseguiu se defender, acertando uma paulada com um pedaço de porrete de pau "pereiro", sobre a cabeça do mesmo, ocasião em que o facão se soltou das mãos da vítima, sendo oportunamente apanhado pela denunciada Delmira MURIELA DE CARVALHO GONÇALVES 23 anos de idade, que golpeou acertando a mão direita da vítima, chegando a decepar o dedo mínimo da mesma, sendo que a vítima disse a seguinte frase para a denunciada Delmira: “... mesmo assim, eu ainda não desisto de me aproximar de te...” e veio de encontro a segunda vez com esta, sendo que Delmira, acertou uma outra golpeada sobre a cabeça da vítima, onde esse veio a cair sobre o chão emborcado.
Momento que a segunda denunciada de nome: Maria de Fátima de Carvalho Gonçalves, 19 anos de idade, acertou a cabeça da vítima com um pedaço de porrete de pau "angico", ocasião que a mãe das duas denunciadas anunciou que as mesmas se afastassem, pois ela terminaria de mata-lo, sendo que esta, passou a macetar de forma contínua a cabeça do mesmo com um pedaço de porrete de pau "algaroba" até esmaga-la.
Via:Guarda Norturno

Nenhum comentário:

Postar um comentário