segunda-feira, 4 de março de 2013

Preso na Paraíba homem suspeito de matar agente penitenciário federal em Mossoró


A Polícia Militar do município de São Bento, na Paraíba (PB), informa que prendeu um fugitivo da Justiça de São Paulo, da Paraíba, Rio Grande do Norte, Minas Gerais, entre outros estados.
A prisão foi feita pelo capitão PM Douglas na quinta-feira, dia 28 de fevereiro, porém somente agora é que foi possível uma identificação criminal do suspeito.
Segundo o capitão Douglas, trata-se do paraibano Ari Muniz da Silva, de 32 anos, que entre vários outros crimes, é suspeito de ter matado o agente penitenciário federal em Mossoró
O agente penitenciário federal,Lucas Barbosa,de 22 anos de idade,foi executado a tiros e jogado numa estrada carroçável,distante 15 KM da área urbana de Mossoró,no dia de dezembro de 2012..
O suspeito havia fugido da Cadeia Pública de Mossoró no início de marçode 2010, juntamente com outros 14 presos.
A direção do presídio destacou na época que Ari liderou a fuga.
Natural de Pombal/PB, Ari é foragido também das penitenciárias de São Paulo  e da cadeia do município de Pirapora, no Estado de Minas Gerais (MG).
O acusado possui nove processos e seria membro do PCC de SP. Havia sido preso no dia 2 de dezembro de 2009 em Mossoró pela PF portando duas pistolas de uso restrito e fugiu no início de 2010.
Em São Bento, a prisão de Ari se deu em função dele ter assaltado a agência de Correios da cidade de São Fernando.
Ele estava ainda no veículo, portava arma e usava nome falso.
A PM paraibana foi informada que além de suspeito de ter matado Lucas Barbosa em Mossoró também é suspeito de ter matado um Policial Militar no Estado do Maranhão.
O Suspeito,responde por assaltos a Correios nas cidades de Pombal e Sousa, entre outras cidades da Paraiba e também do Rio Grande do Norte, em especial na região do Agreste e Seridó.
O Delegado Regional de Catolé do Rocha, Sylvio Rabello, informou ainda que contra o mesmo ainda havia dois mandados de prisão em aberto e que era ele procurado pelas policias de São Paulo, Rio Grande do Norte e Paraiba, alem da Policia Federal, pois é componente de uma forte quadrilha que comete vários crimes de natureza grave no sertão do nordeste.
 O preso inicialmente está no Presídio de Catolé do Rocha, devendo ser transferido para um presídio Federal.
Via Jornal de Fato

Um comentário:

  1. Meus parabéns, à esta ação da PM da Paraíba. Agora, este bandido, que desafia nossas polícias;tem que esclarecer, quem participou do crime do agente junto com ele.

    ResponderExcluir