terça-feira, 28 de maio de 2013

Cangaceirismo moderno: ação de bando em Princesa Isabel deixa cidades sitiadas

Comércio fechado, aulas suspensas, carros metralhados, casas e prédios públicos com marcas de bala. Esse foi o saldo após a invasão de um bando, formado por cerca de 20 criminosos, que assaltou agências bancárias e casa lotérica no final da manhã desta terça-feira (28), na cidade de Princesa Isabel (a 430 quilômetros de João Pessoa, no Sertão da Paraíba).

Vestidos com o fardamento das Forças Armas, os bandidos chegaram em duas camionetas e invadiram as agências do Bradesco e Banco Brasil. O prédio do Ministério Público local foi metralhado. O valor levado pelos criminosos ainda não foi divulgado pelas agências bancárias.

Cidades da divisa da Paraíba e Pernambuco estão sendo vasculhadas por policiais civis e militares dos dois estados. Informações da Polícia Militar são de que os bandidos fugiram com destino a cidade pernambucana de Flores, que faz limite com Princesa Isabel e fica a 8 quilômetros da sede da cidade paraibana.

“Portas de vidro do MP foram quebradas. Carros que estavam nas ruas foram alvo dos bandidos. Um ônibus escolar, além de casas também metralhados”, disse a jornalista Sabrina Barbosa, moradora da cidade, acrescentando que 12 pessoas que estavam dentro de uma escola foram feitas reféns, mas liberadas minutos depois por integrantes do bando.

Durante a ação criminosa, os assaltantes cortaram o fornecimento da energia elétrica da cidade e parte da rede de telefonia local.

A polícia foi acionada e houve um intenso tiroteio. O comandante geral dos batalhões sertanejos, coronel da Polícia Militar Almeida Rosa, revelou que os bandidos fugiram levando cinco reféns, mas foram liberados em uma rodovia local. Um carro utilizado na fuga foi incendiado e deixado no meio da pista, para dificultar a perseguição policial.

Foto: Bandidos queimaram carro na rodovia para evitar fuga

“Quando os bandidos entraram em uma das agências, um idoso que temia ser baleado ofereceu dinheiro aos bandidos, mas um deles disse: ‘Não queremos seu dinheiro. Mas, o do governo’. E continuou com a ação criminosa”, comentou Sabrina Barbosa.

Em entrevista ao programa Correio Debate, da 98 FM, o prefeito de Princesa Isabel, Domingos Sávio, desmentiu a informação de que teria sido sequestrado. Ele revelou que estava na sede da prefeitura, quando os bandidos começaram as ações criminosas no Banco do Brasil, que fica ao lado. Depois, a investida dos bandidos seguiu contra a agência do Bradesco e também em uma casa lotérica. "Fiquei trancado para me proteger. O gerente de um dos bancos foi sequestrado, mas já está libertado", revelou.

Sávio falou ainda que foram cerca de 45 minutos de troca de tiros com armamentos pesados, mas não há registro de vítimas fatais ou feridas. "Agora, a situação está tranquila, sob controle e a polícia está fazendo as buscas para localizar os acusados, que fugiram em direção à Pernambuco e provavelmente vestiam roupas do Exército", disse o prefeito.

Fonte: Portal Correio

Nenhum comentário:

Postar um comentário