sábado, 15 de junho de 2013

Segundo suspeito de terrorismo e violência contra mulher de PM se apresenta


Ítalo Santos procurou a polícia acompanhado da mãe, um dia após comparsa dele ser preso.

Por Sérgio Costa / Portal BO

Um dia depois da prisão de Wiliam Anden Santos de Souza, de 18 anos, outro jovem apontado pela polícia como comparsa dele e que estava foragido, decidiu se apresentar à polícia. Ítalo Santos de Araújo, de 19 anos, também é suspeito de invadir a casa de um policial militar, em abril, junto com uma quadrilha que teria feito terrorismo no local e ainda agredido a esposa do militar.
Ítalo Santos tinha mandado de prisão em aberto e procurou o 11º Distrito Policial, na manhã desta sexta-feira (14), juntamente com a mãe dele. Ele e Wiliam Anden, que é mais conhecido como Macaquinho, tinha sido presos ainda no mês de abril, pouco tempo após o crime, e chegaram a ser reconhecidos pela esposa do policial que teve a casa invadida.
Porém, por falta de flagrante, os suspeitos foram soltos. No mês de maio, o Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte expediu mandados de prisão contra os dois. Desde então, eles vinham sendo procurados. Na tarde desta quinta-feira, Wiliam Anden foi localizado na rua pai celestial, no bairro de Felipe Camarão.
Agora, foi a vez de Ítalo que, mesmo se apresentando na delegacia de maneira espontânea, ficará preso tendo em vista o mandado de prisão. O jovem foi levado para o Instituto Técnico-Científico de Polícia (ITEP), onde passa por exame de corpo delito. Depois disso, ele deverá ser conduzido para uma unidade prisional.
Os outros envolvidos no arrastão na casa do policial, crime que aconteceu no bairro do Planalto, seriam adolescentes e estão soltos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário