terça-feira, 2 de julho de 2013

Acidentes foram registrados na zona rural de Lagoa Nova


 Por Sd PM J. Júnior
Fonte: Blog Esquadrão Resgate 
 
No começo da noite deste domingo (30/06) ANA MARIA DE OLIVEIRA (54 anos, residente no Assentamento São José, Lagoa Nova/RN) sofreu um grave acidente após cair da garupa de uma moto em uma lombada na estrada do parque eólico em Lagoa Nova.
Em conversa com Adailson Carlos (repórter Blog Esquadrão Resgate) uma amiga da vítima conta que a senhora Ana Maria trafegava com seu filho em uma moto Honda CG 150 Titan na estrada do parque eólico. E em certo trecho da estrada foi construída recentemente uma lombada, porém a sinalização ficou muito em cima da mesma e quando o filho de Ana Maria veio perceber não deu tempo reduzir a velocidade e passou na lombada acima de 80km/h.
Ana Maria foi jogada uns 50 metros da lombada e sofreu várias escoriações e ferimentos graves na cabeça e joelho e foi amparada por moradores do local, já o seu filho conseguiu se equilibrar na moto e por pouco também vai ao chão. Como no local não há sinal de telefone celular não houve como ligar para ambulância então a vítima foi conduzida por uma caminhonete até o Hospital de Lagoa Nova e devido a gravidade dos ferimentos, Ana Maria foi conduzida pela ambulância de Lagoa Nova até o Hospital de Currais Novos, onde foi medicada e precisou receber pontos no joelho e na cabeça.
Na noite deste domingo (30/06) foi registrado um acidente no Povoado Manoel Domingos município de Lagoa Nova/RN.  JOSÉ IRANI D. DA SILVA pilotava uma moto quando foi surpreendido por um carro que colidiu com o mesmo. O Motorista se evadiu do local e não foi identificado.
José Irani foi conduzido para o Hospital Regional de Currais Novos e devido a gravidade do acidente foi encaminhado para Natal.

Um comentário:

  1. a população do distrito manoel domingos estão revoltados com o depoimento do motorista do fiat,que diz não conhecer irani a vitima do acidente provocado por ele mesmo everaldo(nena) que estava bebendo desde da manha do domingo.

    ResponderExcluir