quarta-feira, 4 de setembro de 2013

Tragédia: criança é confundida com ladrão e acaba morta pelo próprio pai

Uma criança de 11 anos foi morta a tiros pelo próprio pai na madrugada desta quarta-feira (4) no município de Ferreiros, na Zona da Mata de Pernambuco. Josinaldo de Araújo Silva, 35 anos, teria confundido o filho com um ladrão. 

O menino, Ronaldo da Cruz da Silva, de 11 anos, era sonâmbulo e teria ido até a cozinha da casa durante a noite. Ao ouvir o barulho, o pai decidiu pegar o revólver no armário (calibre 38) e perguntar quem estaria no local. Sem resposta, Josilnado teria atirado em direção à cozinha, que estava com as luzes apagadas.


O tiro atingiu o abdome de Ronaldo. Segundo depoimento do pai na delegacia, ao ser alvejado, a criança respondeu: "Sou eu painho". Desesperado, o pai teria levado o filho para um hospital no município de Timbaúba, também na Zona da Mata, onde Ronaldo morreu devido à gravidade do ferimento.

Seis pessoas, incluindo Josenildo, já prestaram depoimento na delegacia de Ferreiros. Por ter se apresentado à polícia espontaneamente, o pai foi liberado. Ele deverá responder em liberdade pelo crime de homicídio culposo, quando não há intenção de matar.
 
Fonte: É sertão

Nenhum comentário:

Postar um comentário