segunda-feira, 15 de setembro de 2014

BAÍA FORMOSA: QUADRILHA EXPLODE CAIXAS DE BANCO DENTRO DE USINA, PM PRENDE SUSPEITOS E RECUPERA O DINHEIRO O ROUBADO


SUSPEITOS PRESOS (FOTO DESTACAMENTO DE BAÍA FORMOSA)
Fonte: G1/RN
Dois homens foram presos na madrugada desta segunda-feira (15) suspeitos de explodirem caixas eletrônicos do banco Bradesco que ficam dentro de usina de cana de açúcar no município de Baía Formosa, no litoral Sul do Rio Grande do Norte. Segundo a Polícia Militar, os suspeitos estavam em uma van com outros oito homens e foram detidos quando passavam pelo município de Canguaretama, na região Leste do estado. Com eles foi encontrada uma mala com o dinheiro levado dos terminais.
De acordo com o capitão Cláudio Henrique Rodrigues, comandante da PM da região, a prisão aconteceu após a polícia receber a informação sobre a explosão do caixa da usina Estivas, em Baía Formosa. "Os policiais reportaram que o grupo fugiu da usina em uma van e nos passou as características do veículo. Uma equipe do GTO (Grupo Tático Operacional) de Canguaretama fez a abordagem na BR-101 e quando o veículo parou, oito suspeitos correram para dentro do matagal. Dois que ficaram no veículo foram presos", explicou.
Ainda segundo o comandante, com a dupla foram encontrados "chupa-cabras", material usado para a clonagem de cartões de crédito, além de ferramentas usadas para explodir o terminal bancário. Com a dupla estava também uma mala cheia de dinheiro. "Temos pelo menos 10 policiais só para fazer a contagem do dinheiro recuperado", disse o capitão.
O grupo foi encaminhado para a Delegacia de Canguaretama, na região Leste. Durante o depoimento, os criminosos disseram que estavam levando um grupo para um comício em Natal. "Eles não souberam explicar de onde era o dinheiro que estava na mala", falou o comandante. A polícia ainda não tem informações sobre o paradeiro dos outros oito suspeitos.
Este foi o terceiro caso de explosão de caixas eletrônicos dentro de fábricas no Rio Grande do Norte em menos de um mês. No dia 21 de agosto, uma ação semelhante aconteceu dentro da fábrica Vicunha, indústria têxtil que fica no município de Extremoz, também na Grande Natal. Segundo a PM, na ocasião cinco homens armados renderam o vigilante do local e usando dinamite detonaram o terminal. A quantia levada não foi informada.
O outro caso registrado aconteceu na madrugada do dia 1º de setembro dentro da fábrica da Coteminas, indústria têxtil que fica no município de Macaíba, na Grande Natal. Segundo a Polícia Militar, dois caixas eletrônicos do banco Bradesco foram explodidos após os criminosos renderam dois vigilantes que trabalhavam no local.

Nenhum comentário:

Postar um comentário